Segunda, 27 de janeiro de 2014 às 16:00

Fashionzoom - Milão Fashion Week Mas F/W 2014

Fashionzoom - Milão Fashion Week Mas F/W 2014

Fall/Winter 2014 - Outono/Inverno 2015

Aconteceu durante os dias 11, 12, 13 e 14 de janeiro, a segunda semana de moda masculina desse ano, a Milão Fashion Week, com os desfiles de moda masculina para o Outono-Inverno 2014/2015 (lembrando que o Inverno de 2014/2015 do hemisfério norte inicia em dezembro, ou seja, praticamente daqui a um ano. As tendências se convertem para nós para o nosso Inverno de 2015, em julho do ano que vem).

Dentre todas as marcas que desfilaram, separamos as que mais se destacaram, e trouxemos um pouco de cada coleção para vocês darem uma olhada.

Vamos lá?

Z Zegna

O mais recente desfile de Z Zegna apresentou uma releitura de ternos modernos com toques de tons cinza terrosos, e calças ultra cropped com bainhas largas e esportivas. Essa tendência esportiva deixou a coleção mais leve, com casacos “fofos” e tons brilhantes, como um amarelo solar.

Ermenegildo Zegna

A coleção de Ermenegildo Zegna apresentou uma coleção sólida e básica, apresentando ternos perfeitamente cortados e ajustados, golas altas e xadrez tartan. Toques mais contemporâneos foram adicionados através de jaqueta bomber de astracã e um casaco quadriculado contrastando com lapelas em tartan.

Gucci

Frida Giannini abriu o desfile com uma bela paleta de tons pastéis suaves, que seguiu para uma série de looks em azul marinho e, por fim, preto da cabeça aos pés. A coleção tinha uma sensação um tanto nostálgica, com ternos de ar “encolhidos”, slim, calças cropped e jaquetas quadradas.

Neil Barrett

A mais recente coleção de Neil Barrett foi fortemente inspirada pelo pintor expressionista abstrato Mark Rothko. Casacos ombré, blazers e jaquetas de couro eram espelhos das pinturas sombrias de Rothko. Os “raios” que adornam smokings e moletons deram a coleção um tom mais brincalhão.

Canali

Canali fez uma fusão muito sólida entre sua coleção e as tradições venezianas. Casacos que lembram robes em tons de cinza fumaça e azuis água, golas largas lembrando xales e camisas de seda acetinadas criaram uma coleção sofisticada para essa nova estação.

Marc Jacobs

A coleção de Marc Jacobs foi um equilíbrio entre ternos e costumes contemporâneos, um básico casual e um toque requintado de roupas mais para noite/festas. Os toques mais modernos vieram através de tecidos de veludo e estampas de animais selvagens.

Jil Sander

Jil Sander manteve a linha minimalista tão característica da marca através de blazers quadrados sobre camisetas e malhas de cola careca, sobrepostos em calças muito bem cortadas. A equipe de Sander adicionou modestos toques de cores e texturas através de tecidos enrugados e metalizados.

Prada

Miuccia Prada não deixou as últimas “notícias” afetar o seu ímpeto desregrado e técnico. Sua coleção apresentou ternos, blazers e calças precisamente moldados e recortados para balancear com os toques de “desleixo” bem pensados e colocados.

Bottega Veneta

A coleção de Tomas Maier tinha um ar de “relax” de fim de semana. Calças com bainhas caneladas, camisetas com botões (henley) e jaquetas bomber de couro macio deram um ar confortável e polido aos looks, enquanto calças com ar desleixado e toques de cores em tie-dye deram um ar mais artístico.

Andrea Pompilio

Pompilio trouxe um novo ar as passarelas de Milão. Ternos de corte militar, cortes cropped, e estampa de “bolinhas” estavam inacreditavelmente chiques.  A paleta de cores alternava em tons sóbrios como cinza, preto, bege e azul marinho, passando por toques de verde esmeralda e coral.  

Para conferir a semana de moda masculina de Londres, clique aqui

255

Cadastrar

VIDEO DA SEMANA

Conclua seu cadastro para comentar no site

Já possuo cadastro Continuar

Entrar com Facebook